A REPRESENTATIVIDADE DA PRODUÇÃO PRIMÁRIA NO MOVIMENTO ECONÔMICO E NO RETORNO DO ICMS NO MUNICÍPIO DE MONDAÍ – SC

Géssica Carla Bosco

Resumo


A REPRESENTATIVIDADE DA PRODUÇÃO PRIMÁRIA NO MOVIMENTO ECONÔMICO E NO RETORNO DO ICMS NO MUNICÍPIO DE MONDAÍ – SC

THE REPRESENTATIVIDADE OF PRIMARY PRODUCTION IN THE ECONOMIC MOVEMENT AND RETURN OF ICMS IN THE MUNICIPALITY OF MONDAÍ - SC

Géssica Carla Bosco[1]

Vilson Söthe[2]

RESUMO

Este artigo teve como objeto identificar a representatividade da produção primária no movimento econômico, e no retorno do ICMS do Município de Mondaí nos anos de 2013 a 2017, com a análise da participação do ICMS na arrecadação total das receitas correntes do município e a aplicação das receitas. Os procedimentos metodológicos caracterizaram a pesquisa como teórico-empírica, qualitativa, exploratória, realizada por meio de análise documental. Para a realização da pesquisa foram utilizados dados extraídos de demonstrativos anuais disponíveis no site eletrônico do município e dados divulgados pela Secretaria de Estado da Fazenda. A análise dos resultados indicam que o ICMS do município apresentou um crescimento em valores nominais de 14,78%, no período de 2013 e 2017, ficando aquém quando comparado com a inflação nominal acumulada do período que atingiu 32,23%. Por outro lado os resultados indicam que o ICMS é principal fonte de receita para o Município e está vinculada à capacidade de geração de valor agregado, ou seja, valor adicionado que é resultado das atividades econômicas, entre as quais se destaca o segmento da agropecuária/produção primária, que teve uma representatividade média 35,92% do movimento econômico municipal.

 

Palavras-chave: ICMS. Movimento Econômico. Produção Primária.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.